capa
Segunda, 28 Janeiro 2019 15:00

Miss seleciona trabalhos fotográficos e audiovisuais

Espaço é direcionado a projetos fotográficos e audiovisuais finalizados.
Uma das exposições recebidas no Miss, em 2018, foi Nós Madalenas – Uma Palavra pelo Feminismo, da fotógrafa Maria Ribeiro, premiada pela ONU Mulheres, em Nova York. Uma das exposições recebidas no Miss, em 2018, foi Nós Madalenas – Uma Palavra pelo Feminismo, da fotógrafa Maria Ribeiro, premiada pela ONU Mulheres, em Nova York. Maria Ribeiro
Por Diário do Litoral
De Santos

      O Museu da Imagem e do Som de Santos (Miss) abriu o processo seletivo para exposições. Os interessados em apresentar seus projetos (já prontos) de mostras fotográficas ou instalações audiovisuais devem enviar o material para a curadoria do local pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. O Miss fica no piso térreo do Centro de Cultura Patrícia Galvão, na Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias.

Ano da mulher

      O ano de 2018 foi marcado pela produção artística das mulheres no Miss. O espaço abrigou 14 exposições, todas realizadas por fotógrafas. Muitas artistas tiveram, pela primeira vez, a oportunidade de expor suas obras. Algumas delas com temas ligados à violência contra a mulher, preconceito e invisibilidade da mulher negra.

      Mais de 60% das mostras foram de criadores da região, o restante foi dividido entre os estados de São Paulo e Rio de Janeiro.  A média de visitantes variou entre 200 a 300 por mês.

      Uma das exposições recebidas foi Nós Madalenas – Uma Palavra pelo Feminismo, da fotógrafa Maria Ribeiro, premiada pela ONU Mulheres, em Nova York, com o Prêmio Ivone Herberts, honraria que reconhece a excelência e relevância do projeto para o empoderamento feminino.